jusbrasil.com.br
24 de Setembro de 2017

“Chega, ninguém aguenta mais tanto roubo”, diz Geddel

Luiz Flávio Gomes, Professor de Direito do Ensino Superior
Publicado por Luiz Flávio Gomes
há 18 dias

Nas manifestações pelo impeachment de Dilma (16/8/15, em Salvador, BA), a frase completa do larápio Geddel foi a seguinte: “Chega, ninguém aguenta mais tanto roubo. Isso já deixou de ser corrupção. É roubo, assalto aos cofres públicos para enriquecer os petistas”.

“Um cínico é um homem que sabe o preço de tudo, mas o valor de nada” (Oscar Wilde).

Nas cleptocracias (governo de ladrões; no nosso caso, ladrões do mundo empresarial e político), enquanto não for rompido o “sistema” corrupto, os governos ladravazes vão se sucedendo eternamente, seja de esquerda, de centro ou de direita.

Nas malas encontradas num “bunker” que seria de Geddel (como diz a PF), mais de R$ 51 milhões de reais foram apreendidos. Um “Tesouro Perdido”. A maior apreensão de dinheiro da nossa História.

Nos países governados por ladrões só existem dois tipos de pessoas: as que roubam e as que pagam a conta. Se você não é um dos ladrões do dinheiro público, você está pagando a conta.

O peemedebista Geddel, da quadrilha do Temer (como diz a PGR), foi vice-presidente da Caixa no primeiro governo Dilma e ministro da Integração Nacional na gestão Lula.

Pediu exoneração da secretaria da Presidência Temer quando tentou usar o cargo para a satisfação de interesses privados (regularização indevida de um apartamento em Salvador).

Gilmar Mendes, na ocasião, afirmou: "Parece que as coisas estão sendo magnificadas (...) É uma coisa inusitada, absolutamente despropositada, que um ministro, ainda mais para um profissional do Itamaraty, tenha esse tipo de conduta [gravação de Geddel]. Temos crises maiores do que esse episódio relativo a um flat em uma longínqua praia da Bahia".

Geddel, há mais de 25 anos envolvido em escândalos públicos, conta com longa carreira no grupo dos que surrupiam a população brasileira. E ainda teria praticado o crime de obstrução de Justiça, colaborando para que Lúcio Funaro e Cunha não fizessem delação (contra a quadrilha que está no poder).

Ambos receberam dinheiro de Joesley (JBS-Friboi) para isso. Temer, ao ser recordado de todos esses fatos, disse (naquele áudio do dia 7/3/17): “Mantenha isso aí, viu”.

Enquanto o império da lei (a certeza do castigo e o empobrecimento dos larápios corruptos) não valer para todos, não colocaremos fim à cleptocracia brasileira. Repressão e educação são as armas com as quais devemos combater a corrupção.

(Foto: Polícia Federal)

240 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

#intervençãomilitarjá.
#somostodosbolsonaro
#bolsonaropresidente2018 continuar lendo

É deprimente ler comentários como esse aqui no JusBrasil... continuar lendo

Caro Edivaldo,

Deprimente é a intolerância cada vez maior com aqueles que possuem posicionamento divergente do seu próprio.

Procure entender aqueles dos quais você discorda para embasar suas discordâncias!

Este tem sido o maior problema do Brasil, que foi fruto de uma revolução cultural silenciosa: Dividir para diminuir. O poder de reação popular diminui à medida que o povo se divide em grupos. Não há identificação nacional, mas identificação com grupos, isso tira todo nossa soberania popular, que já era pequena.... lamentável. continuar lendo

Boa Tarde Prezada Maria Brasil, me permita uma pergunta, de fato acredita em sua postagem? Já não basta a corrupção em nosso país, dizer que esse sujeito que usa frases de efeito é alguém que merece o vosso voto? No fundo todos estamos revoltados e, por isso, não devemos em nenhuma hipótese promover verdadeiros fascistas como alguém com credibilidade para ser presidente. Acredita que esse sujeito não é corrupto? Sabemos que a policia brasileira é tão corrupta quanto os políticos brasileiros , alias, estes são apenas reflexo da nossa sociedade. Na Alemanha do Hitler muitos acreditavam que a sua oratória estava correta e me diga, quantos morreram acreditando em tais afirmações. Uma mera discussão entre particulares no calor na briga não é o ideal, imagina colocarmos o país nas mãos de verdadeiros fascistas por acharmos que não mais há solução em nosso Brasil. continuar lendo

Foram nos momentos de crise econômica ou social que grandes civilizações sucumbiram a regimes totalitarios, e parece que estamos prestes a viver isso novamente. O que aconteceu nas eleições Norte Americanas, e que muitos (principalmente adolescentes) gostariam que acontecesse aqui, com o Bolsonaro, é um exemplo disso. Já passamos por um regime totalitário onde aparelhamos o setor público, transformando e por vezes criando vícios que temos até hoje. Um Estado corporativista, burocrático, ineficiente e desorganizado em atender as necessidades da sua população, mas extremamento organizado para com o crime. Quem busca em Bolsonaro uma solução para o país, tem o mesmo pensamento de quem idolatra Getúlio Vargas pela CLT, de quem votou no grande caçador de marajás (Collor), de quem votou no Lula "paz e amor", o pai dos pobres. Ou seja, de quem não quer resolver o problema, mas de quem está em busca de um salvador da pátria. Lamento informar, mas quem ainda não aprendeu que isso não existe, deveria estudar um pouco da nossa história recente. continuar lendo

Bolsonaro? Aquele maluco? continuar lendo

Alguém lembra de um período de maior corrupção do que houve na época da construção da Ponte Rio Niterói? Ou da construção da Transamazônica? O que ocorre hoje, é quase nada perto do que aconteceu durante a ditadura dos militares, a diferença é que hoje existe a internet e a censura de imprensa é feita pelos proprietários dos grandes jornais. continuar lendo

Voce acha mesmo que intervenção militar resolve o problema? qual a sua idade? volta na História do Brasil, informe-se antes de pedir por algo que você desconhece. Os militares também tiraram sua gorda fatia de corrupção, desvios. Procure ler sobre o famoso "Ouro para o bem do Brasil" e reflita porque nunca responderam onde foi parar todo o produto daquele famigerado chamamento para tolos que deram o que tinham de valor, inclusive alianças de casamento. Nunca apareceu um militar para dar testemunho sobre o destino de tudo que se arrecadou. Você defende Bolsonaro que era terrorista dentro das próprias FFAA quando decidiu fabricar uma bomba para protestar contra o "baixo soldo". Mamou como deputado dormindo na cara dura, e sem projetos. Por coisas deste tipo é que o país está mergulhado nesse caos. continuar lendo

"O que aconteceu nas eleições Norte Americanas, e que muitos (principalmente adolescentes) gostariam que acontecesse aqui"

Sem dúvidas! Só a mídia, hoje controlada quase em quase sua maioria por bilionários grupos globalistas e de esquerda, e a própria esquerda, é que odiaram o fato do Trump ser eleito presidente. Em menos de um ano de governo o desemprego já caiu ao menor patamar em 10 anos, o maior corte de impostos da história do país. Dos meus amigos que moram lá, ninguém reclamou, pelo contrário, todos estão muito contentes com o rumo das coisas, e são todos brasileiros.

Inveja é o que eu sinto do povo americano. Quem dera se acontecesse aqui o mesmo que lá! continuar lendo

Maria Brasil, é uma "esperança" e tentativa de que algo seja feito, a fim de dar um pouco de moral neste País tão desgastado por tantas e tantas corrupções. Empresas, políticos, Olimpíadas, Futebol, e até Tribunais. Algo tem que ser feito, e quem for "abraçar" essa causa terá que ter "pulso de ferro". Sou Militar; sou Bolsonaro... continuar lendo

Leonardo Poloni Perfeito comentário! É exatamente isso que o povo brasileiro procura, um salvador da pátria que resolva todos os seus problemas. Enquanto o voto continuar sendo considerado o ápice da participação popular na democracia, não haverá muito o que se esperar do futuro do país. continuar lendo

@Joao Alves Feitosa Neto, quem o Sr. sugere? Dilma? Lula? Irmãos Metralha? Marcola? Amador, o estuprador? Ou...??? continuar lendo

Ontem li uma frase sobre argumentação e sobre buscar entender os argumentos alheios. Porém existe uma situação em que as pessoas, a título de exemplo, vão brandar que existem "círculos quadrados".

Isso é uma inverdade, não precisa ser bom em Matemática para saber disso.

Não adianta buscar entender a argumentação da pessoa nesse ponto, mas tentar mostrá-la outra compreensão da realidade, dizer a ela que o argumento dela é infudado e contraditório, do que vale um argumento que não possui lógica? continuar lendo

João Alves Feitosa Neto: não aceito as suas palavras, pois sou policial e não sou corrupto ou corruptor, e se for assim, o seu nome também é visto que ninguém esquece o JOÃO ALVES, um político sem caráter e corrupto! continuar lendo

Ora Ora quem diria, Sr LUIZ FLAVIO GOMES, voltou a fazer comentários.
Petista de carteirinha, fazia apologia ao PT e aos seus asseclas (do PT), enaltecia Lula em todos os sentidos e neste momento fazendo comentários sobre malas de dinheiro encontradas.
Acordou Sr. Luiz.
Ainda bem.
Como não guardamos rancores de pessoas que estavam cegas, eram coniventes em seus comentários e agora acordaram, seja o Sr. bem vindo a este lado de gente que nunca concordou com os desmandos. continuar lendo

Leonardo poloni, você tem alguma solução? coloque em discussão. Vale lembrar que por tudo que temos acompanhado sobre o dominio do PCC por todo o país e também em nível internacional, não vislumbro uma saída. continuar lendo

@pfausto

Senhor Paulo Fausto,

Intolerância é querer regime político autoritário, logo quem pedi intervenção militar são os intolerantes. continuar lendo

Uma parte dos brasileiros não estão nem aí para corrupção. São praticantes cínicos do direito penal do autor.

Coloque o mesmo fato do dinheiro, mas mude o AUTOR para Lula, ou seja, tal fato no apartamento do Lula... está página estaria cheia "combatentes indignados contra a corrupção.

Ou coloque o mesmo fato com o AUTOR Fernando Henrique, ou seja, o dinheiro no apartamento do FHC, estaria alguns indignados contra a corrupção. Tenho certeza que seria menor que a indignação do AUTOR Lula, mas seria bem maior que o AUTOR Geddel.

Enfim, não precisa estudar fora para saber o que é direito penal do AUTOR, uma parte dos brasileiros são peritos em Direito Penal do Autor, aplicam a presunção de culpa" contra legem " seletivamente . O Direito Penal do Autor ou do Inimigo (Jakobs) na terra brasilis tem cunho puramente ideológico. continuar lendo

Mas que diferença faz?
O Lula é tão ladrão quanto os outros e na verdade, são cúmplices.
Ou por ser o Lula deveria ser diferente?
Se correr o bicho pega e se ficar, te rouba.
O barquinho da lava jato rema contra a correnteza e mais dia, menos dia, fará água e aí iremos dançar uma alegre tarantela, tal qual a Itália.
Realmente, as decisões sobre essas novas gravações somadas a esse valor encontrado precisam de uma resposta rápida e convincente, antes que o povo se decida por uma revolta que para mim, já sufoca a garganta.
O inocente do Temer já se imagina tirando proveito da situação. Muita canalhice. continuar lendo

E qual seria a diferença se o ladrão corrupto fosse Lula, FHC, Geddel ou o Tonico da Esquina??? continuar lendo

Perante a lei, qual seria (deveria ser) a diferença se o ladrão corrupto fosse Lula, FHC, Geddel ou o Tonico da Esquina??? continuar lendo

Infelizmente é isso aí. continuar lendo

Excelente análise!!! continuar lendo

Concordo plenamente e isso não significa que estou saindo em defesa do Lula ou PT.

De forma geral, o brasileiro não está preocupado com a corrupção ou má gestão dos governos, estão preocupados com o PT, apenas com o PT.
E, mais uma vez, isso não é defender o PT. O que quero dizer é que eu gostaria que as pessoas tivessem com outras pessoas e partidos o mesmo olhar crítico e empenho que têm em relação ao PT.

Recentemente, comentei em uma discussão no Facebook sobre violência contra mulher, o que não vem ao caso, mas ao dizer que eu fui educado para nunca bater em uma mulher, fui chamado de esquerdopata e petralha.

Outro caso, conversando com amigos sobre política, não me mostrei a favor de Bolsonaro, fui chamado de defensor do Luladrão e petralha.

Isso está dando no saco! continuar lendo

Por todo o histórico e a conjuntura política atual, a presunção é de culpa, sim. Atualmente há que se provar que se é inocente no meio de tanta lama e corrupção, pois o contrário é mais do que presunção, é fato irrefutável! continuar lendo

@joserobertounderavicius

@biri

Senhores José Roberto e Alsirez de Oliveira,

Pelo direito penal do FATO não faz nenhuma diferença, mas pelo direito penal do AUTOR que muitos praticam faz. continuar lendo

Weslei:

Geddel era ministro de quem?
Acho que nesse momento dos acontecimentos, já não mais importa o autor e sim o ato. continuar lendo

Somente uma intervenção Militar temporaria para por fi de vez nestas quadrilhas do crime organizado.Desde da década de 80 Geddel vulgo Agatunado é considerado corrupto de carteirinha e através de seus ilustres Advogados nunca foi preso efetivamente.Um guerra civil ou intervenção. continuar lendo

E ver no que vai dar tudo isso a curto prazo.
Se não der em nada, vou começar a concordar com vc, José. continuar lendo

Caro José Roberto, Sempre disse que não adianta acreditar nas instituições devido á fragilidade do sistema.Vejam qaunto tempo venho alertando sobre as quadrilhas do crime organizado e disse quando Gedeel foi para prisão domiciliar seria um escárnio e combinando com á demora de Eduardo Cunha e Funaro efetivarem suas delações.Tem muito mais corrupção estando em segredo de justiça.Tenho amigo que são ex políticos e conhece a maioria dos corruptos que estão no poder á anos.Até mesmo ele concorda com uma intervenção militar pois os Advogados de defesa da maioria dos bandidos são ex funcionários públicos altos magistrados e desembargadores com influência nas instâncias superiores.Se buscar no passado década de 90 verás que amaioria dos processos engavetados enquanto hoje prisão domiciliar.Vamos aguardar abafar todas as operações? continuar lendo

Sempre disse que o crime organizado está no poder e com ajuda de laltos magistrados considerados intocáveis.vejam como atua p gilmar mendes para ter noção de como anda o sitema.Diante de vários bandidos serem descobertos e presos um único magistrado consegue soltar através de HC todos eles que achar conviniente ou por muita grana.Um desastre deste pais está no sitema jurídico. continuar lendo

"..Um desastre deste pais está no sistema jurídico."

E a outra parte no modelo Republicano. continuar lendo

Esperava encontrar num ambiente como o JusBrasil um discurso que fugisse à imbecilidade quotidiana do filósofo de almanaque.
Ledo engano.
Quando a solução é regredir a 64 percebo que não há saída. continuar lendo

Ainnnn mínimo sou 100% democracia... Intervenção militar não ainnnn

O cara prefere viver explorado por quadrilhas de políticos, sem hospital, sem educação e recorde de homicídio da humanidade do que admitir que eh melhor com os militares. Que Mataram 409 comunistas. continuar lendo

Intervenção militar, para acabar com a roubalheira ?
É sério isso ?
Aí o general militar, vai e escolhe para prefeito de São Paulo, o Paulo Maluf. Para o governo do estado de SP, o Orestes Quércia, e ACM para a Bahia. Jader Barbalho para o estado do Pará, e assim por diante.
Realmente os militares iriam mesmo acabar com a corrupção ! continuar lendo

Muitos tem repulsa em aceitar o fato de que Emilio Odebrecht disse "os militares saíram do poder e o esquema de roubo começou."

Veja que muitos dos ditos democratas que aqui postam não tem pudor em criticar e até ofender de imbecis ou analfabetos aqueles que discordam de sua própria posição, imagine então sobre alguém defender os militares que já prendiam os mesmos que hoje estão presos, investigados ou condenados na lava jato e desde aquele tempo já avisaram a nação de quem eram estas pessoas.

A única história que mentiu foi a do mec que pintou os militares como os piores seres da história do Brasil, mas, para infortúnio destes que por essa via estudaram, o povo acordou e os fatos estão aí, novamente jogados em nossas faces. continuar lendo

Caro Anibal,, não estou defendendo á volta da ditadura talvez vc não saiba que foi neste periodo que as indutsras de base eram contruídas apesar da economia fechada, tínhamos escolas gratuitas e de qualidade, segurança pública, hospitais públicos e poderia sai as ruas com suas gamílias.Se houve corrupçção, durante este período, garanto que não tínhamos o nível de informações e tecnologia que temos hoje.Agra após á redemocratização do pais, vejo: Banestado, Sivam, entrega das matrizes enegerticas,, dívida pública que nunca foi sequer auditada, caumento da criminalidade (Quase um Guerra civil) assaltos diuturnamente, rombos na previdência, Bandido de colarinho vrnaco sendo defendido pelos ilustres advogados com acesso aos magistrados de primeira instãncia, Agora querem comparar com este momento, prefiro voltar aos temos de plen emprego e escolas e hospitais gratiotus para meus filhos. continuar lendo

Os petistas, comunistas e simpatizantes como não podem justificar a monumental corrupção dos seus governos, tentam agora manchar a reputação dos que governaram o Brasil no período de 1964 a 1985. Nunca conseguiram e jamais conseguirão. Qual o general presidente da República que saiu do governo rico ou que usou a sua condição de ex-presidente para enriquecer ou manter institutos e fundações com essa intenção? Quais foram os filhos desses generais que ficaram milionários? Mário Andreazza, ministro dos Transportes nos governos Costa e Silva e Médici, foi o responsável, além de muitas outras grandes obras, pela construção da ponte Costa e Silva (ponte Rio-Niterói). Inaugurada em 1974, ainda pode ser considerada uma das maiores obras de engenharia do mundo. Alguém pode acusar Mário Andreazza de ter ficado rico? Não é conveniente querer deturpar a verdade histórica, para justificar os graves crimes cometidos pela organização criminosa que destruiu o Brasil nos últimos 14 anos. E para lembrar outros fatos históricos, Orestes Quércia foi governador do Estado de São Paulo no período de 15/3/1987 a 15/3/1991, em eleição direta pelo povo de São Paulo. Jader Barbalho foi governador do Pará, em dois períodos: 15/3/1983 a 15/03/1987 e 01/01/1991 a 02/04/1994. Também em eleição direta pelo povo do Pará. No atual momento do país, as Forças Armadas constituem a instituição em que o povo mais confia. Mas, apesar dos tristes fatos ocorridos no Brasil, elas se mantêm exclusivamente no fiel cumprimento de suas missões constitucionais. Não são elas que pregam uma intervenção militar, são muitos brasileiros, insatisfeitos com tanta corrupção, que passam até mesmo a exigir isso. Não será o caso, porque há outras instituições, com responsabilidades definidas, que estão cumprindo os seus deveres. Sobre o deputado Jair Bolsonaro, qualquer brasileiro, que preencha os requisitos necessários, particularmente o de ser ficha limpa, pode ser candidato à presidência da República. Que o povo decida nas urnas. continuar lendo

Caro José Neto, você disse a respeito da época em que os militares governavam o Brasil:
"indutsras de base eram contruídas apesar da economia fechada, tínhamos escolas gratuitas e de qualidade, segurança pública, hospitais públicos e poderia sai as ruas com suas gamílias"...
Vamos raciocinar em cima das suas afirmações, sem hipocrisia e sem utopia:

1. Se os militares voltassem ao poder hoje, quando é que poderíamos novamente sair às ruas com nossas famílias ?
2. Se os militares voltassem ao poder hoje, eles haveriam de reconstruir as indústrias de base, sucateadas e/ou vendidas ? Quais empreiteiras iriam participar dessa reconstrução ?
3. Teríamos escolas públicas de qualidade, saúde e segurança ?

Quando pensamos no passado, não podemos e nem devemos atribuir todas as circunstâncias da época ao fato de que o governo era militar. De tudo isso que você listou, a única coisa que realmente podemos e devemos atribuir ao governo militar, foi a criação e expansão das indústrias de base. Ainda assim, valeria a pena pesquisar também como estavam funcionando e sendo tocadas todas essas coisas pelos governos civis que antecederam os militares.

Até onde nosso saudosismo pode ser totalmente atribuído ao fato de o governo estar sob comando de militares ?

Cabe mais reflexão:

1. Os militares de hoje, agiriam da mesma forma ? Que indicação nós temos de que eles seriam melhores que aqueles ? Ou piores, ... muito piores ?
2. Que crédito o atual Bolsonaro teria naquela época ? continuar lendo

Pois é, o golpe não tinha nada a ver com corrupção, pelo contrário, foi dado para poderem continuar roubando cada vez mais. E estão. continuar lendo

Em 64 se falava em "pegar nas armas:. Hoje falamos em teclar nas redes sociais e nos fóruns como este para demonstrar que estamos dispostos a assistir com imenso prazer o fechamento e a prisão desses ladrões continuar lendo

E os que "pegaram em armas" contra o governo militar, deram aulas de corrupção. continuar lendo